Política

Cabo Adão relata que o FAPS se tornou o principal vilão de endividamento do município

Ultima certidão de regularidade previdenciária foi em 2003, o que também prejudica o município em casos de contrato com a união

Quinze anos de abandono e o FAPS se torna o principal vilão de endividamento do município.

Ultima certidão de regularidade previdenciária foi em 2003, o que também prejudica o município em casos de contrato com a união.

Tomando como base o mês de março de 2018, a folha de pagamento dos inativos e pensionistas do FAPS foi de 777.840,68 e a receita foi de 285.537,68 assim sendo o déficit ou seja o que o município tem que botar de recurso livre para pagar essa folha é 492.303,00 e a previsão para o próximo ano é que passe dos 550.000,00.

Inconformado com a atual situação procurei o Tribunal de Contas em busca de alternativas, falei que já tinha pedido que fizesse a compensação previdenciária conforme a lei 9.796 de 5 de maio de 1999 e decreto 3.112 de 6 de julho de 1999 que dispõe sobre a regulamentação dessa lei, fui aconselhado pelo servidor que me atendeu que procurasse o FAPS de São Lourenço onde já esta sendo feito, convidei um representante do executivo e constatamos que realmente tudo estava perfeito e nos aconselhamos sobre algumas peculiaridades do sistema.

Retornando ao município procurei o prefeito que reagiu positivamente e esta pronto para fazer as mudanças, posterior procurei funcionários aposentados e com experiência no FAPS que se mostraram interessados em ajudar e também procurei a diretoria do SIMPIM para unidos lutar e encontrar saída para combater a crise

[wpdevart_facebook_comment curent_url="http://www.pinheiroonline.com.br/vereador-cabo-adao-relata-que-o-faps-se-torna-o-principal-vilao-de-endividamento-do-municipio/" order_type="social" title_text="Comentários do Facebook" title_text_color="#000000" title_text_font_size="22" title_text_font_famely="monospace" title_text_position="left" width="100%" count_of_comments="2" ]