pela região

Três são presos suspeitos de envolvimento em latrocínio de tradicionalista em Bagé

Duas pessoas são consideradas foragidas

Três pessoas foram presas nesta sexta-feira (9) em Bagé, na Região da Campanha, suspeitas de envolvimento na morte do tradicionalista Gilberto Bitencourt Silveira, de 48 anos, ocorrida na noite do dia 31 de janeiro. Duas pessoas são consideradas foragidas.

Um suspeito do crime já havia sido preso em flagrante após o crime e confessou. Com isso, chega a quatro o número de envolvidos já detidos. O caso foi registrado como latrocínio – assalto com morte –, apesar de nada ter sido levado.

Conhecido no meio do tradicionalismo gaúcho, Silveira era coordenador da 18ª Região Tradicionalista do estado. Ele tabalhava como contador, e foi levado pelos suspeitos até o local do crime, para que fosse pressionado a entregar dinheiro e o carro.

“Como ele trabalhava como contador, eles achavam que ele teria dinheiro, e levaram ele para o local, com o objetivo de conseguir dinheiro e levar o carro”, disse o delegado Cristiano Rita, afirmando que no trajeto Gilberto acabou sendo morto.

O corpo foi encontrado no carro dele por volta das 21h30. O veículo estava estacionado em uma estrada de terra próxima ao kartódromo, em uma região afastada da zona urbana.

[wpdevart_facebook_comment curent_url="http://www.pinheiroonline.com.br/tres-sao-presos-suspeitos-de-envolvimento-em-latrocinio-de-tradicionalista-em-bage/" order_type="social" title_text="Comentários do Facebook" title_text_color="#000000" title_text_font_size="22" title_text_font_famely="monospace" title_text_position="left" width="100%" count_of_comments="2" ]