Polícia

Jovem de 16 anos acusado de matar faxineira em Pinheiro Machado nega o crime

Os dois passarão por avaliação psicológica. Uma nova audiência está agendada para daqui 15 dias.

A primeira audiência do crime que vitimou a faxineira Vanessa Bairos, 37 anos no dia 29 de junho ocorreu na tarde de ontem(12) em Pinheiro Machado. Na ocasião foram ouvidas 4 pessoas. O jovem de 16 anos, a filha da faxineira de 12 anos, a mãe do menino e também a mãe da vítima.
A menina (filha) não falou nada. Já o jovem segundo informações extra oficial negou ter matado Vanessa.
Sabe-se que os primeiros depoimentos do casal, após o crime, não foram idênticos e davam conta que a história estaria mal contada. Certo mesmo é que o crime teria ocorrido em razão da vítima não concordar com o namoro.
Inicialmente havia o depoimento que o crime teria ocorrido no sofá da sala após discussão e briga com socos, fato este que supostamente não ocorreu visto que marcas mostraram que o crime havia ocorrido na cama da vítima. O crime ocorreu mesmo com a utilização de um martelo, encontrado junto ao corpo.
Como colocado acima na audiência, extra oficial, o jovem relatou que havia participado do crime só após a mesma estar morta e ele teria ajudado a ocultar o corpo.
Os dois passarão por avaliação psicológica. Uma nova audiência está agendada para daqui 15 dias.
[wpdevart_facebook_comment curent_url="http://www.pinheiroonline.com.br/jovem-de-16-anos-acusado-de-matar-faxineira-em-pinheiro-machado-nega-o-crime/" order_type="social" title_text="Comentários do Facebook" title_text_color="#000000" title_text_font_size="22" title_text_font_famely="monospace" title_text_position="left" width="100%" count_of_comments="2" ]