Pela Região

Grupo responsável por furto de 400 cabeças de gado por ano é preso em Pelotas

A organização criminosa era composta por seis homens e uma mulher, cada qual com sua função definida dentro do grupo

As informações são de Evaldo Gomes.
A Polícia Civil, por meio da Força-Tarefa de Combate aos Crimes Rurais e Abigeato, deflagrou, nesta segunda-feira(30), em Pelotas, a Operação Costa Doce, na qual seis pessoas foram presas por abigeato.
A Força-Tarefa, que foi coordenada pelos delegados Cristiano Ritta e André Mendes, há vários meses investigava uma organização criminosa especializada em abigeato na forma de carneada, a qual atacou várias cidades e era responsável pelo furto de pelo menos 400 cabeças de gado por ano.
A organização criminosa era composta por seis homens e uma mulher, cada qual com sua função definida dentro do grupo. Todos tiveram prisão preventiva decretada pela comarca de Pelotas. Os carneadores iam a campo furtar o gado utilizando veículos roubados, e sempre muito bem armados.
A carne era levada para Pelotas onde era comercializada em um açougue da cidade. A operação foi denominada Costa Doce porque a investigação teve início por meio de alguns furtos de gado ocorridos nas proximidades da Lagoa dos Patos. Apurou-se durante as investigações que a organização atacava em praticamente toda metade Sul do Estado.
[wpdevart_facebook_comment curent_url="http://www.pinheiroonline.com.br/grupo-responsavel-por-furto-de-400-cabecas-de-gado-por-ano-e-preso-em-pelotas/" order_type="social" title_text="Comentários do Facebook" title_text_color="#000000" title_text_font_size="22" title_text_font_famely="monospace" title_text_position="left" width="100%" count_of_comments="2" ]