polêmica dos salários

Associação dos Servidores Públicos Inativos e Pensionistas fala sobre reivindicações em Pinheiro Machado

A primeira atitude da Associação foi buscar a Justiça para que houvesse o pagamento de salário

A crise econômica que assola o país ainda deixa marcas em Pinheiro Machado. Em entrevista ao Jornal Tradição Regional, a presidente da Associação dos Servidores Públicos Inativos e Pensionistas de Pinheiro Machado (ASPIMP), Enilda Lima Cardoso Galarce disse que o principal objetivo é de que todos os inativos e pensionistas tenham o salário em dia, direito esse garantido pela lei no cumprimento dos anos de serviços prestados.

Há cinco meses em atividade, a ASPIMP conta com 44 associados. A primeira atitude da Associação foi buscar a Justiça para que houvesse o pagamento de salário. Com a ação em segunda instância, ficou determinado que os associados deverão receber o montante com juros e correção monetário, fato ainda não cumprido pelo Poder Executivo até o fechamento desta edição.

Segundo a presidente, a preocupação maior é de como viver sem salário. “Tem gente que não tem outros meios. Trabalhou a vida toda para isso e não tem como. Isso é o que vem afetando a saúde do inativo”, finalizou.

[wpdevart_facebook_comment curent_url="http://www.pinheiroonline.com.br/associacao-dos-servidores-publicos-inativos-e-pensionistas-fala-sobre-reivindicacoes-em-pinheiro-machado/" order_type="social" title_text="Comentários do Facebook" title_text_color="#000000" title_text_font_size="22" title_text_font_famely="monospace" title_text_position="left" width="100%" count_of_comments="2" ]